Equipes técnicas das unidades da Funac da Região Metropolitana de São Luís recebem capacitação – ESMA – Escola de Socioeducação do Maranhão

Equipes técnicas das unidades da Funac da Região Metropolitana de São Luís recebem capacitação

Oficina foi direcionada a atualizar conhecimentos teóricos dos profissionais de serviço social e psicologia. (Foto: Divulgação)

Oficina foi direcionada a atualizar conhecimentos teóricos dos profissionais de serviço social e psicologia.
(Foto: Divulgação)

A Fundação da Criança e do Adolescente (Funac) realizou mais uma atividade de capacitação com as equipes técnicas das unidades da Região Metropolitana de São Luís, desta vez com o tema ‘Oficina de relatório de acompanhamento do adolescente em cumprimento de medida socioeducativa’, na quarta-feira (29), no auditório da Fundação.

A proposta da atividade formativa foi atualizar conhecimentos teóricos dos profissionais de serviço social e psicologia à luz das orientações técnicas e normativas dos conselhos dessas profissões, para a construção do relatório de avaliação de cumprimento de medida socioeducativa.

“A formação continuada das equipes é fundamental para a gestão socioeducativa, principalmente, quanto à construção desses instrumentais que envolvem a participação de vários profissionais”, afirmou a diretora técnica da Funac, Lúcia Diniz. “Como resultado, pudemos estabelecer um novo formato de documentações com base nessas orientações técnicas e a troca de experiências foi excelente”, avaliou.

CRESS atualizou normativas às equipes técnicas da Funac

O Conselho Regional de Serviço Social (CRESS) foi uma das instituições participantes e avaliou de forma positiva o alinhamento realizado na formação. “Os documentos que as instituições produzem ficam nos processos, eles trazem o DNA da equipe técnica. Então, no momento em que esses profissionais se reúnem, discutem ideias e revisitam as teorias, isso faz com que esses instrumentais fiquem mais ricos e expressem com mais qualidade as violações dos direitos e as garantias conquistadas dos adolescentes que são atendidos pela Funac”, explicou a presidente do Conselho de Serviço Social, Ana Margarida Santos.

A coordenadora dos Programas Socioeducativos, psicóloga Nelma Pereira da Silva, atualizou as equipes quanto as normativas pelo Conselho de Psicologia.

Para as equipes técnicas, a formação foi importante. “O encontro foi proveitoso porque nos permitiu debater e trocar experiências sobre a construção do relatório de avaliação de medida entre as unidades. E a participação do Conselho esclareceu o entendimento sobre os instrumentais produzidos de forma interdisciplinar”, disse a assistente social Raimunda Ferraz, coordenadora técnica da unidade Florescer.

Relacionadas

Nenhuma tag cadastrada